08/07/2014

Resenha | Biofobia - Santiago Nazarian

Biofobia 

Santiago Nazarian
Grupo Editorial Record




Talento, voz, rosto, tudo murcha com o tempo. A natureza é madrasta e, para um roqueiro de meia-idade que já viveu todos os excessos de sua geração, a natureza só existe como ameaça, inimiga, perversa. Isolado numa casa de campo, após o suicídio da mãe, ele enfrentará suas frustrações e medos internos, enquanto o mato cresce lá fora, o solo espera por seu sangue. Biofobia é a volta de Santiago Nazarian ao thriller, seu primeiro romance ‘adulto’ em cinco anos, numa narrativa tão literária quanto cinematográfica. Prepare-se para o pior.



A história acompanha André, um rockeiro depois do quarenta com a fama em declínio e que acabou de perder a mãe, uma famosa escritora que se suicidou. Em seu testamento sua mãe diz que deixará suas coisas para a família e amigos, então André vai até a casa de sua mãe, praticamente em uma mata no meio do nada e sem muito acesso recolher algumas coisas. Lá André acaba pensando muito sua vida e o que deverá fazer daqui em diante, sobre as escolhas de sua mãe, sobre a sua péssima carreira, onde acaba delírando com os seus pensamentos, onde ve sua mãe limpando o jardim da casa e fazendo outras tarefas do dia a dia.

“Entraram na casa e ele viu a mãe por todos os lados. Os restos da mãe. Os livros. O pêndulo do relógio batendo. Era como uma prova viva de que ela existia. Não mais viva, insistia por todos os lados.”

André é um dos personagens complicados da minha vida literário...Sabe aquele personagem que faz birra e pede atenção? Pois bem, acho que por ser um quarentão e ser meio roqueiro as coisas deveriam ser melhores (não imagino um roqueiro fazendo mimimi).

Eu não sei se gostei do livro. Algumas partes do livro me fizeram rir, outras arregalar os olhos e ás vezes franzir. Diversas vezes não acontece nada, o livro fica parado sem muitos acontecimentos. O livro não é ruim, mas depois de ler o título e a sinopse acabei colocando muita esperança nele, deve ser por isso que não foi um livro muito bom pra mim. Creio que haverá pessoas que iram amar o livro e umas  detestar, e outras ficaram em meio termo, assim como eu.

Por fim, Santiago Nazarian é um ótimo escritor, só que este livro não me caiu muito bem, porém espero ler outros thrillers dele e ver se o problema é com o meu gosto pra thriller ou o autor que não me encantou.





Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Keka, pelo visto esse livro te deixou numa confusão de sentimentos..srsr..Quando li a sinopse, pensei: "a história parece ser interessante". Mas, ae fui lendo sua resenha e percebi que não era nada do que estava imagianndo..ssrsrr...Esse eu realmente não tenho vontade de ler. Parabéns pela resenha, ficou ótima..bjs

    ResponderExcluir

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates