30/06/2014

Resenha | Uma Vez na Vida - Kavanagh, Marianne

Uma Vez na Vida - Todo Mundo Tem Uma Alma Gêmea

Kavanagh, Marianne
Única


 Tess e George são duas partes de um todo, almas gêmeas. Para a sorte deles, seus amigos em comum sabem que eles são feitos um para o outro. O problema é que eles não se conhecem e, sempre que a oportunidade aparece, a vida chacoalha os dois para longe. E agora? Se todos têm uma alma gêmea, como o destino faz para uni-los? Acompanhe a história divertida e apaixonante de Tess e George durante uma década de encontros malsucedidos, frustrações românticas e uma dúzia de recomeços. “Uma Vez Na Vida” é uma comédia romântica moderna e inteligente sobre amizade, destino e oportunidades perdidas e reconquistadas!



 " - A banda vai tocar (...) Se você usar lentes e não beber demais, vai conhecer o George.- Talvez eu não queira conhecer o George - disse Tess- Claro que quer. É a sua alma gêmea."

Durante anos, seus amigos foram dizendo-lhes que eles são ideais para o outro, que com o amor de George pela música jazz e a preocupação de Tess com a moda vintage, formariam um belo casal. Os capítulos são divididos em anos. O problema todo é que os anos se passam, e a vida dos dois parece não sair da mesmice. Mas muitas coisas os impendem de se encontrar, seja um surto de gastrite, desgosto de um amigo próximo, lentes de contato perdidas, sempre impede de realmente conhecer. E de qualquer maneira, Tess está feliz com a sua vida organizada e com um lindo namorado, o Dominic, não é? E, no entanto, nem George nem Tess sente a sua vida está se dirigindo em direção que eles esperavam: a paixão de George para o jazz cai no esquecimento rapidamente; reformando um apartamento em Penge com Dominic garante que o sonho de Tess de possuir uma loja de roupas vintage não se tornará realizade.

Quando eles finalmente se encontram, a sua alegria em reconhecer sua alma gêmea é temperado pelas necessidades aparentemente inextricáveis que fizeram em suas vidas separadas. Kavanagh foi construindo seu romance com personagens reconhecíveis da vida cotidiana e enfrentou-os com dilemas comuns. Estes (detestáveis, ou em alguns casos) personagens eminentemente simpático e cerca de dez anos de suas vidas são capturados em alguma prosa calma e algumas vezes tediosa.
O mais "legal" do livro é que a narrativa que varia entre o ponto de vista da Tess e do George, o que nos permite observar quantas vezes eles se encontram e desencontram, muitas vezes o destino luta para uni-los e sempre da algo errado e eles nunca percebem os sinas que o destino vai mostrando durante todo o livro.



A escrita de Marianne Kavanagh não é ruim, pelo contrário, é muito rápida e prática, porém o enredo em terceira pessoa deixou o livro chato, isso mesmo, ao todo o livro é chato, para quem já leu o livro Um Dia do David Nicholls (e não tenha gostado, é claro) vai entender o que eu quero dizer.

Kavanagh explora vários temas: graus de separação; lutar pelo que você acredita; segundas chances na vida; e a existência de uma alma gêmea. Tess diz ao leitor "Algumas pessoas fazem isso sozinho. Mas eles são os raros. Eles são os de aço. O resto de nós precisa encontrar alguém para amar-nos e encorajar-nos e manter-nos a salvo."

Engraçado e comovente, este é um romance de estréia da autora, mas nao sei se voltarei ler algum livro da Marianne.



Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Eu estava curiosa apra ler este livro, mas não sei se é realmente a escolha certa, as 3 estrelas me desanimaram um pouco, a autora não parece ser muito boa também. Vocês estão aceitando parcerias com outros blogs?

    ResponderExcluir
  2. Eu estava querendo ler esse livro devido à sinopse, mas depois de sua resenha fiquei desanimada, ainda mais quando vc o comparou a UM DIA (livro que detestei)...mas, pareabéns pela resneha..ficou ótima.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu estava querendo ler esse livro, até porque a capa me chamou a atenção! Mas estou lendo muitos comentários ruins sobre ele... A autora também não me agradou muito, então acho que nã vou ler :/
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Enquanto li a sinopse e o começo da resenha fiquei bem animada, mas ao saber que achou o livro chato me fez repensar se vale a pena ler. Acho que vou acabar arriscando,pois adoro comédias românticas e o enredo me conquistou de verdade. Espero não me arrepender

    ResponderExcluir

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates