09/06/2014

Resenha | Marcada Para Morrer, Série Hollow - Kim Harrison 1#

Marcada Para Morrer - Série Hollow - Vol. 1
Harrison, Kim
Alaúde (Pavana)

Primeiro volume da série Hollows, "Marcada para morrer" traz a caça-recompensas mais sexy de toda a cidade de Cincinatti: a bruxa Rachel Morgan. Num mundo onde criaturas como vampiros, pixies e trasgos convivem abertamente com humanos, a tensão não poderia ser maior. Cheia de atitude, Rachel está com a cabeça a prêmio e precisa fazer de tudo para sobreviver enquanto tenta desmascarar um misterioso chefão do tráfico de biodrogas. Para isso, conta com a ajuda de Ivy, uma sedutora vampira, e Jenks, um pixie resmungão. Uma série divertida e cheia de ação, há mais de uma década na lista de livros mais vendidos dos Estados Unidos.


Eu gostei muito deste livro. Kim Harrison inventou um conjunto de um mundo sobrenatural em uma Cincinnati alternativa.

Seu mundo se divide entre o nosso mundo na década de 1950 após a descoberta do DNA, que leva para os seres humanos experimentam com engenharia genética para a exclusão de todo o resto. Em seu mundo, os seres humanos quase limpou-se para fora da existência após o desenvolvimento de um vírus geneticamente modificado que ficou fora de controle e se espalha através tomate A série Hollows (também chamado de série Rachel Morgan) é uma série de onze romances de mistério, seis contos, um romance gráfico, e um compêndio de recursos por Kim Harrison, publicado pela HarperCollins Publishers, em uma fantasia alternativo história universo urbano e definir principalmente na cidade de Cincinnati e seus subúrbios. A história alternativa é construída em cima de duas premissas: a recente existência aberto de espécies mágicas e sobrenaturais, principalmente bruxas, vampiros e lobisomens, com a população humana; e o investimento histórico de gastos militares da Guerra Fria em engenharia genética, em oposição à corrida espacial, o que resultou na liberação acidental de um vírus através de um tomate geneticamente modificado na década de 1960, que matou uma parcela significativa da população humana. A série se passa aproximadamente 40 anos após esta praga, conhecido como 'The Turn' dentro da série.

A série é contada na primeira pessoa ponto de vista de Rachel Morgan, uma bruxa detetive que trabalha com as agências policiais locais e enfrenta ameaças tanto mundano e sobrenatural na origem. A série também se concentra nas relações de Rachel com seus parceiros, um vampiro de estar e um duende, bem como suas relações pessoais com os machos de espécies diferentes. Desde aquela época os seres humanos e não humanos, chamada Inderlanders, viveram em uma trégua cauteloso com o outro.

A Inderland Segurança foi criada pelo Inderlanders para policiar as atividades de outros Inderlanders. Este é o lugar onde Rachel, a personagem principal das obras de história, no início do livro.

Além de ter que se preocupar com a paz no mundo sobrenatural, Rachel tem um chefe que a odeia e carreira que vai caindo a cada "missão", mesmo quando ela acha que não pode ficar pior.
Um dos personagens mais interessantes do livro é a parceira de negócios de Rachel e companheira de quarto, Ivy. Ivy é uma vampiro viva. No mundo de Kim Harrison, existem três tipos de vampiro, vampiros vivos que nascem com o vírus vampiro, vivem vidas onde eles podem andar ao sol e culto na igreja antes de tornar-se , inevitavelmente, os vampiros mortos-vivos quando morrem. Vampiros arterial baixa, que são os seres humanos que foram transformados em vampiros vivos, eles precisam ser finalmente transformados em vampiros mortos-vivos quando morrem por outro vampiro e os vampiros mortos-vivos, que são mais parecidos com a interpretação tradicional de um vampiro, incapaz de suportar a luz solar, com medo de cruzes, sem consciência e um potencial para comportamento maligno.

O relacionamento de Ivy e Rachel é intrigante. Eles são parceiras de negócios e também vivem juntas ... Ivy está desesperada por um amigo, mas tem que lutar contra seus instintos de vampiro e sede de sangue enquanto vivendo em torno de Rachel. Rachel precisa de Ivy, mas não quer acabar como um jogo vampiro. Há muito espaço para o relacionamento a se desenvolver em livros posteriores .
"Ela sabia a coisa certa para dizer à pessoa certa no momento certo. O fato de ela fazer parte da família Tamwood, um nome tão antigo quanto Cincinnati, ajudava. Ivy era o último membro vivo da família, com posse de uma alma e tão viva quanto eu, tendo sido infectada pelo vírus vamp pela sua mãe enquanto esta ainda vivia"

O livro é muito baseado na magia e tem um tema sobrenatural em geral, mas há ação vampírica o suficiente para manter até mesmo o maior fã de vampiros entretidos. Eu recomendo este livro como um livro de ação detetive sobrenatural, divertido e perfeito para quem gosta de fortes personagens principais do sexo feminino e de magia.

ps: Nota 10 pra capa, linda linda linda.





Comentários
0 Comentários
Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates