Resenha | Fetiche - Tara Moss 1#

Por - 11:00:00

Fetiche

Tara Moss
Editora Fundamento


Nesta história intrigante, o limite entre beleza e crime não passa de um tênue detalhe. Em uma frenética caçada a um sádico psicopata, uma jovem modelo formada em Psicologia Forense tenta capturar o assassino de sua melhor amiga. Mas sua ousadia vai longe demais e, sem perceber, ela pode estar correndo diretamente para as garras do serial killer. A única pessoa em que ela confia, e por quem se apaixona, o sedutor detetive Andy Flynn, parece esconder segredos perigosos. 

Como saber em quem acreditar quando as aparências determinam quem vive e quem pode estar condenado a uma cruel sentença de morte?
Fetiche: deixe-se seduzir por esta história de suspense, beleza e crimes.



"Uma história onde beleza e perversões se misturam, conheçam Fetiche de Tara Moss. "


O cenário são as belíssimas praias australianas, no inverno uma bela modelo canadense espanta o frio em uma sessão de fotos de roupa de praia. Muita troca de biquínis e retoques de maquiagem, depois ela se afasta um pouco da equipe... E nestes poucos metros o que ela vê nunca mais saíra da sua cabeça. 

O cheio da morte. O corpo desfigurado. A branquidão da pele e os lábios azuis. Uma mulher morta estirada na praia, sua melhor amiga morta. Nada fazia sentido e Makedde entra em estado de choque.

O detetive Andy Flynn liga imediatamente o crime a dois outros anteriores, o assassino do salto alto tinha atacado mais uma vez e a vítima desta vez não era uma prostituta, era uma bela modelo. E agora ele deveria interrogar a linda modelo loira e tentar descobrir como o corpo tinha ido parar ali, no mesmo local onde ela fazia as fotos. 

Makedde estava acostumada a ser vista como uma bela modelo loira desmiolada e logo mostra ao detetive que ela queria encontrar o assassino de Cat nem que precisasse meter o bedelho nas investigações. Makedde trabalhava como modelo nas férias apenas para pagar sua faculdade, logo estaria se formando em psicologia forense e não iria voltar ao Canadá até o fim daquele caso. 

Logo Makedde entra em conflito com o prepotente detetive e a troca de farpas acaba virando paquera. Envolver com Andy neste momento não era nada aconselhável, mas sozinha em outro país e emocionalmente abalada era difícil resistir ao atraente detetive. Andy era um homem comum, mas era alto, e isso impressionava Makedde, pois ela também era muito alta e isso era um ponto positivo para ele. O que eles não sabem é que Makedde era o mais novo alvo do assassino, ele segue todos os seus passos e está obcecado por ela. 

E para piorar ela sempre tem a sensação de estar sendo seguida ou de que coisas mudaram de lugar no apartamento. A ousadia de Makedde a coloca diretamente na mira do serial Killers e seu envolvimento com Andy tem consequências graves para seu trabalho. E quando Andy parecia ser a única pessoa em que ela podia confiar ele parece esconder muitos segredos. Makedde se mete em tudo durante a investigação do detetive Flynn, mas em nenhum momento faz nada que ajuda na investigação e quando descobre alguma coisa ainda esconde a informação. 




O livro é o primeiro de uma série com a modelo Makedde como protagonista, mas as histórias são independentes. Em minha opinião, este livro não é o melhor da “trilogia”, mas lendo a história inteira, você se apega e termina o livro sem perceber e ainda fica com um gostinho de quero mais!!


Sem ter conhecimento de todos os livros (Fetiche, Cobiça e Obsessão), eu comecei a ler “Cobiça”, depois “Obsessão”, e então li “Fetiche”, foi muito legal esta experiência, porque comecei a ler a história quando estava tudo pegando fogo, vi o final de tudo e então fui ler o primeiro, e comecei entender o porquê de cada situação ou descoberta, foi como assistir “O retorno da múmia” depois de A Múmia... Muito legal quem quiser apostar nesta indicação se arrependerá!



Outras postagens que você talvez goste

3 comentários

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Ai Gzuis! Ótima resenha Cá! Não gosto muito desse gênero, meio suspense, meio investigação, mas dessa vez adorei a trama do livro e o que é melhor...não é uma série muito grande se eu quiser acompanhá-la inteira! hehe
    Gostei muito da Makedde, parece não ser uma personagem lesada como muitas protagonistas que tem por aí ¬_¬
    Fiquei com vontade de ler a trilogia huhuhu

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

No Instagram @mylivropreferido