10/12/2013

Resenha | Elixir - Hilary Duff 1#

Elixir
Autor:  Hilary Duff
Fornecedor: Editora Id 

Com seus dezessete anos, Clea Raymond vem sentindo o brilho dos holofotes desde que nasceu. Filha de um renomado cirurgião e uma importante política, ela se tornou uma talentosa fotojornalista, refugiando-se em um mundo que a permite viajar para diversos lugares exóticos. No entanto, após seu pai ter desaparecido em uma missão humanitária, Clea começa a perceber imagens sinistras e obscuras em suas fotos revelando um belo jovem — um homem que ela nunca viu antes. Quando o destino faz Clea se encontrar com esse homem, ela fica espantada pela conexão forte e instantânea que sente por ele. Conforme se aproximam e se envolvem no mistério do desaparecimento do pai de Clea, eles descobrem a verdade secular por trás dessa intensa ligação. Divididos por um amistoso triângulo amoroso e assombrados por um poderoso segredo que afeta seus destinos, eles embarcam em uma corrida contra o tempo para desvendar seus passados e salvar suas vidas - e seu futuro.

Hilary Duff escreveu um livro. Você está horrorizado? Pois é gente!! Eu também fiquei.. Porque eu ainda lembro quando eu assistia Lizi maguie no Disney Channel a alguns...6 anos atrás, talvez?

Preocupado de como seria o livro? Não se preocupem porque é realmente muito bom. Na verdade, é tão bom que eu me sentei na cama por 4 horas e consegui devorar todo o livro, e como ja tenho os outros dois, vou conseguir ler tranquila, sem aquela ansiedade louca pelo ultimo livro.

Quando eu ouvi pela primeira vez sobre Elixir , eu sinceramente tinha pouco de precoceito, apesar de adorar a Hilary. Eu vi o nome de Hilary Duff na capa (e muito bonita ), pensei, que era um livro de uma celebridade " tentando" ganhar dinheiro destinado a fazer nada, mas ainda mais na sua carreira. 

Eu já foi tomando um tapa na cara e os meus pensamentos iniciais sobre o livro completamente virado ao redor assim que eu comecei a ler. Eu era viciada desde o início, e logo todos os vestígios do nome de Hilary Duff foram retirados da minha linha de pensamento. Eu não me importo que ela escreveu Elixir , tudo que me importa é que ela me manteve interessada por toda sua 280  páginas e me deixou animado para o livro 2 . Isso é o que um livro deve fazer, certo?

Clea Raymond perde seu pai. Ele está desaparecido há meses, ele mesmo foi declarado morto , mas Clea não sabe o que fazer e não consegue parar de pensar no pai. Mas é após 3 semanas de viagem de férias para a Europa com Rayna, sua melhor amiga , ela tem algo a mais para manter sua mente ocupada: em cada fotografia que ela tirou na viagem há um homem misterioso sempre por perto, um espião, talvez? Ela sabe que as pessoas estão sempre falando sobre ela onde ela vai, afinal, a mãe dela é um senadora dos EUA e seu pai é um renomado cirurgião - papparazzi estão seguindo-a o tempo todo, tirando fotos e colocando suas fotos nos sites de fofoca. 

Maaas, o que intriga mesmo Clea, é o fato dela começar a sonhar com o estranho. Clea diz a Ben, seu melhor amigo sobre o assunto e o sobre o sonho, e ele se torna uma espécie de guarda-costas, sobre o homem misterioso, pois ele fica preocupado. Essa não é a primeira vez que Ben já ouviu falar sobre ele: Grant, o pai de Clea, o viu em suas fotos também. Parece que ele é assombrado Clea desde que ela nasceu, e ela não tem idéia de quem ele é ou o que ele quer.

Ela vê a oportunidade perfeita para investigar o desaparecimento de seu pai, quando uma revista a contrata para tirar algumas fotos do Carnaval, no Rio de Janeiro. Exatamente onde Grant foi visto pela última vez. Ben e Clea não tem idéia desta viagem. mas começam a investigar mesmo assim.

Eu ri muito quando vi parte do Elixir ocorre aqui no Brasil, por isso fiquei impressionado o que está no livro é bastante preciso com a realidade, especialmente durante o Carnaval. Apenas algumas coisas não seriam exatamente como é no livro, cmom descrevem o sambodramo, por exemplo, mas que não compromete a história, na minha opinião.

Meu problema com Elixir é o enredo, porém, eu terminei de ler a última página do último capítulo e fiquei com cara de tacho, fiquei esperando ter pelo menos mais um capítulo. Tudo o que posso dizer é que eu sinto que há algo faltando para o final. Eu não acredito que Clea agiria assim, não depois de tudo que aconteceu durante o livro. E há dois grandes buracos na trama , duas coisas importantes que não são explicadas , não tenho certeza se isso é de propósito ou não. O final foi muito ruim pra tudo que já aconteceu.

Eu não tenho certeza quanto Elixir Hilary Duff realmente escreveu, como no livro diz "com Elise Allen ' na página de título, embora eu acho que foi um valor justo. Por mais que ela escreveu sozinha, isso realmente não importa - o que importa é que ela quebrou todos os meus preconceitos em pedacinhos , e mostrou-me que você não pode julgar um nome, não importa o quão bem conhecido ou reverenciado é.

Eu posso estar em minoria aqui, mas honestamento adorei Elixir. Como leitora, crítica e blogueira , eu olho para uma boa história com o exercício protagonistas e um diálogo memorável, e isso é exatamente o que eu tenh. Isso é realmente tudo o que posso pedir, independentemente de qual o nome da celebridade é anexado na capa. Então, tudo o que eu diria é: dê a este livro uma chance. Você pode amá-lo, você não pode, mas pelo menos você vai ter dado a chance merecida.




Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas não tinha nenhuma vontade de ler, e também nunca vi ele em nenhuma livraria, bom também não sabia do que se tratava. Mas, agora me deu vontade de ler!! Vou procurar nas livrarias. Adorei o blog, e as resenhas, estou seguindo!

    Beijos!
    http://hora-de-celebrar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates